Muito se fala em vida saudável nos dias de hoje, mas poucos sabem do que se trata realmente ter uma vida assim. Praticar, então, essa tal vida saudável, fica mais difícil ainda!
Há muita informação no mídia, internet, jornais, entretanto muitas são as dúvidas...
Este espaço foi criado para divulgação de informações sobre tópicos relacionados a saúde, atividade física, dietas e assuntos afins, com um foco especial na área da Endocrinologia, na qual atuo.
Aproveitem!!!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Minha experiência com a dieta Low Carb (baixo Carboidrato)

Bom, após muito falar e ler sobre a dieta de baixo carboidrato, resolvi testá-la. Afinal, nada melhor do que vivenciar uma situação para entender prós e contras. Chega de teoria e vamos para prática!
Revolvi fazer a dieta de baixo carboidrato e não a de ZERO carboidrato, que seria a do Dr Atkins, a famosa dieta da proteína, por essa última induzir a um estado de acidose, no sangue, maior e por ser bem mais radical. Rica em gordura saturada, carne vermelha, permitindo até linguiça, alimentos que não são saudáveis e que tenho intolerância (justamente por não estar acostumada a comer!). Acho que poderia atrapalhar um pouco meu dia-a-dia, ficando sem energia. Além disso PROIBE qualquer tipo de frutas e alguns legumes. Fato é que não consigo ficar SEM frutas! Vale ressaltar que procurei escolher frutas com bastante frutas e baixo índice glicemico (explico isso melhor em outro post)
Na dieta de baixo carboidrato me permiti 20 a 50g de carboidrato. Essa quantidade é bem pouca, acreditem!
Aqui estão exemplos de cardápios que segui e algumas impressões:

Dia 1:
Café da manhã: Omelete com 3 claras de ovo + 1 CS de queijo cottage/ café com adoçante
Colação: 1 maça+ 1 polenguinho light
Almoço: Peito de frango grelhado (temperado com shoyo, pimenta do reino)/vagem macarrão cozida com alho, cebola, molho inglês/abobrinha+pimentões+cebola+ azeite. 1 maçã pequena
Lanche:1 polenguinho light+1 pêra
Jantar: peixe grelhado+beringela+legumes cozidos+salada verde
Total de carboidratos: aprox 40mg

A noite senti um pouco de fome. Mais uma sensação de "leveza e barriga vazia", mas não tive dificuldade.

Dia 2:
Café da manhã: 1 ovo + 1 CS de queijo cottage/ 1 fatia de mamão/café com adoçante
Colação: 1 maça+ 1 Actimel zero (leite fermentado)+1 polenguinho Emental (fui a praia, corri e ainda voltei para casa de bicicleta)

Almoço: 1 bife (carne vermelha)/palmito, tomate seco, muitas folhas, mussarela de búfala (Comendo fora)
Lanche: Mate diet
Jantar: Claras com cogumelo seco+folhas verdes
Total de carboidratos: aprox 40mg


Era domingo e o dia ficou um pouco tumultuado. Fiz muita atividade física e como estava bem quente, com sol forte, atribuí o cansaço ao calor e atividade fisica. A noite fiquei enjoada.

Dia 3:
Café da manhã: Suco com 1 folha de couve batida com 1 laranja (com bagaço e sem coar)/ omelet com 1 ovo+2 claras+ 1 fatia fina Queijo minas+ salsa e cebolinha/ cafe puro com adoçante
Lanche: Actimel zero+ 1 maça
Almoço: peito de frango grelhado/ abobrinha+cebola+beringela+pimentoes vermelho e amarelo assados no forno com sal+pimento do reino+um fio de azeite (MARAVILHOSO!!!)/ salada verde
Lanche:1 polenguinho com sabor emental+ 1 copo leite de soja Zero sabor coco
Jantar: Barquinhos de chuchu recheados com creme de ovos ou com molho de camarão (receita de domingo do José Hugo Celidônio, Jornal O Globo)/salada verde com folhas variadas
Total de carboidratos: 60g de carboidratos

Já estou um pouco mais "fina", e ao chegar ao trabalho, a balança revela menos 1 Kg! Estou bem mau humorada, um pouco mais agitada e nervosa do que o habitual. Sinto fome! Fiz musculação a noite (membros inferiores).

No 4o dia, seguindo a mesma linha, tentei fazer meu treino programado de corrida mas na metade do percurso (que estou bem habituada a fazer) fiquei EXAUSTA. O curioso é que a respiração e a frequencia cardíacas estavam bem controladas, pouco aumentadas, mas a FRAQUEZA MUSCULAR era tamanha que simplesmente só consegui completar o percurso caminhando e correndo de forma alternada (cada um por 1min 30 seg). Fiquei impressionada. A explicação é simples: Com minhas reservas energéticas de uso imediato (glicogenio, principalmente) depletadas e com provavel acidose no sangue, meu músculo ficou "fadigado" mais rapidamente. É como se o músculo estivesse com fome, sem energia.

No 5o dia, meu humor melhorou mas cheguei a conclusão de que para quem está comprometido a fazer atividade física, é bem difícil manter essa dieta pois a fadiga muscular chega mais rápido e a disposição diminui consideravelmente, para atividade física. Estudos científicos mostram que esta dieta é eficaz para perda rápida de peso porém, a longo prazo, a dieta equilibrada tem perda de peso semelhante e com mais fácil MANUTENÇÃO DO PESO. Mais uma vez, vale manter o equilíbrio!

A escolha da dieta depende muito mais do momento em que vamos fazê-la. Dietas muito restritivas sempre dão margem a episódios de compulsão alimentar (descontrole com ingesta de grandes quantidadesde comida). E quando bate a compulsão pode vir junto uma sensação de derrota enorme. Sendo assim, temos que ter em mente que a dieta melhor é aquela mais saudável e que poderemos manter por todas vida.
Amanhã, volto a fazer minha deliciosa dieta equilibrada ! O resultado final revelarei em seguida. Até breve!!!


24 comentários:

  1. Olá... Dra. Mariana. Muito bom seu blog... adorei!
    Além dessa dieta Low Carb, a Dra. já fez ou obviamente conhece a dieta dos pontos, estou certo? O que a Dra. me diria sobre ela?! Ela realmente é valida? É uma reeducação alimentar, então achei melhor perder peso lentamente e manter, do que correr para remédios e depois voltar ao peso anterior por se privar muito de certos alimentos que amo!! Com a dieta dos pontos tenho aprendido a me alimentar, estou adorando, mas só tem 4 dias que estou fazendo. E queria saber, por gentileza, o que você pensa a respeito... Obrigado pela atenção!!! Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renato!
      Muito obrigada pelo seu comentário e pelo elogio. É ótimo ter um retorno do blog. Se tiver alguma sugestão, fique a vontade!
      Já fiz a dieta dos pontos sim. Ela é excelente te dar liberdade para fazer suas escolhas e comer em qualquer "situação". O unico perigo é quando "gastamos" pontos com alimentos pouco nutritivos e não revemos o cardápio, adotando alimentos mais leves e saudáveis. Essa dieta depende muito da sua consciencia e comprometimento em comer e viver melhor. Está nas suas mãos! É excelente para quem não tem uma rotina muito certinha ou que gosta de estar NO CONTROLE. O mais importante é tentar mudar seus hábitos e REAPRENDER a comer, e a viver, com mais atividade fisica, menos bebida alcoolica, mais equilibrio!!!

      Excluir
  2. Dra Mariana, comecei uma dieta deste tipo cuja diferença é praticamente só o nome: se chama dieta dos 17 dias e se compõe de 4 ciclos de 17 dias cada sendo que no primeiro ciclo o carboidrato se restringe a duas frutas de baixo índice glicêmico até as 14h. Durantes esses 17 primeiros dias também fiz exercícios anaeróbico(le-se: 5km de corrida 4-5x na semana). Minha conslusão desses 17 dias:
    - mau humor em alguns dias mas menos do que eu espeava
    - consegui manter os exercicios de forma satisfatoria e até melhorei meu tempo fazendo, ontem, 5km em 29 min
    - fome em determinados momentos do dia mas nada impossivel de resistir por apenas 17 dias
    - grande prejuízo a vida social mas também possivel por 17 dias
    - 4,4 kg a menos e objetivo alcançado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: exercícios aeróbicos

      Excluir
    2. Oi Carlos!!

      Muito obrigada pelo seu comentario. Todas são variações de um mesmo principio: dieta de baixo carboidratos, cetogenica. Acho que a sensação de conquista supera quanlquer mau humor. A resistencia aos exercícios tambem varia, principalmente entre os generos (homem/mulher). Conforme os dias passam o organismo induz a produçao de enzimas que aumentam a adaptaçao a acidose metabolica e a utilização de gordura como fonte energetica. Talvez eu tenho feito pouco tempo para ter essa adaptação!
      Parabens!! Você é um vencedor!!!

      Excluir
  3. Olá Dra. Mariana. Em breve também estarei de volta à minha deliciosa dieta equilibrada. Mas no meu caso, essa dieta foi muito importante para dar o start na perda de peso que parecia arrastada e impossível de acontecer. A dieta é sim difícil, mas não impossível. O corpo acaba se adaptando, e apesar do enorme desgaste físico citado por você acima (sim, eu compartilho deste desgaste) eu continuo correndo e malhando pesado. Como eu costumo dizer, não serei vencida por um pedaço de pão. Melhor talvez do que a perda de peso, o que eu pude constatar ao longo deste período de privações, é que a minha relação com os alimentos não andava muito saudável. Eu tinha muito mais apego à eles do que deveria, o que não pode ser considerado normal. Agora acho que aprendi como lidar com eles... Amanhã volto a desfrutar dos carboidratos, com mais consciência do real papel deles na minha rotina diária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      Obrigada por comentar! Acho que essa dieta tem grande valor principalmente nesses casos de "marasmo e ausencia de horizonte para perder peso". Ela é tão diferente do que estamos habituados que dá um "choque de ordem" no organismo. Com certeza a adaptação ocorre e é maior apos 1semana. Eu também estou com uma visão diferente dos carboidratos. Só de comer pão intergral nessa manha me dei por satisfeita! Acho que comia MUITO carboidrato! Com certeza me senti muito mais poderosa e no controle da situação. Parabéns Camila!!! Acho que com certeza as coisas vão ser diferentes....

      Excluir
  4. Ola Dra., adorei seu blog !! E tbm o modo como sempre responde aos comentarios !
    Gostaria de saber sua opiniao sobre essa dieta (Low Carb) para quem tem a ferritina, ferro serico e calcio abaixo dos paramentros esperados. Fiz reducao de estomago ha 8 anos (emagreci 58 quilos) mas nesse ano passei a comer muito doce e massas e engordei 10 quilos, que precisam sumir novamente.
    Paes, carnes e massas posso nao comer tranquilamente.A unica coisa que sinto falta em uma dieta sao as frutas, por isso nem tento aquelas tipo South Beach ou Dukan.
    Tomo centrum diariamente e nao pratico nenhuma atividade fisica, sou muito desanimada pra isso...rs

    Aguardo seu retorno, obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esqueci de dizer, meu indice de proteina tbm 'e baixo... obrigada novamente !! =)

      Excluir
    2. Prezada Cris,muito obrigada pelos elogios. Isso pode ocorrer apos a cirurgia se incorrer nos mesmos habitos alimentares ruins de antes da cirurgia. O melhor que tem a fazer para ter resultados duradouros é uma dieta EQUILIBRADA, associada a atividade fisica para GANHAR MASSA MUSCULAR e te ajudar na manutenção de peso. Infelizmente não existe milagre. Boa sorte! Estou a disposição!

      Excluir
  5. era totalmente sedentaria,deu um click e resolvi mudar radicalmennte minha vida cortei acuçar ,refrigerante,doces e afins,comecei uma tal dieta dissociada deve conhecer,obtive grande exito e perdi uns oito kg,mas com 43a de idade ja me disseram que foi um milagre e que naum vou perder mais nada mesmo estando fazendo boxe trez vezes por semana,com muitos exercicios aerobicos e tudo mais,quero perder peso mas dieta naum é um negocio que a gente faz por dois ou tres dias ou semanas é uma coisa mais intensa,naum gosto de peito de frango ,optei por coxas e sobre coxas de frango ,ja me disseram ser a pior parte do frango ,adoro frutas e legumes mas naum posso viver so de frutas e legumes,e naum posso a longo prazo comer uma coisa que naum gosto ,faço oke da minha vida pois meu indice e massa corporea é de mais ou menos 33, entao preciso da dieta e do exercicio como nunca,ainda naum tenho nenhuma doença de base mas preciso de uma açao rapida na minha vida ,estou no caminho certo mas meu corpo se nega a emagrecer depois deta perda pra mim muito vitoriosa,um abraço elen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Elen, após uma perda de peso rapida e com uma dieta muito radical (restritiva por demais) o organismo atinge o chamado plateu .É um mecanismo de defesa que faz estabilizar a perda de peso. O esperado é que retome a perda de peso se mantiver a tividade fisica e a alimentaçnao. Nao fique tão restritiva, mantenha os intervalos de 3-3h ou de 4-4h entre as refeições e siga em frente. O milagre é VOCE quem faz. Não há idade nem limite para o emagrecimento saudavel!! Boa sorte.

      Excluir
  6. Fiz a dieta Dukan por 6 dias, mas não me adaptei. No sexto dia me deu um um enjoo absurdo, tive diarréia forte e vomitei. Perdi 3 quilos, mas não vou tentar continuar, traumatizei.

    ResponderExcluir
  7. Prezado leitor, A dieta de Dunkan provoca acidose lactica. O excesso de ácido lático produzido pelos tecidos pode ser o responsável por nauses e vomitos. Cada pessoa tem uma sensibilidade diferente a esse acido. Com o tempo o organismo se acostuma com esse acido e os efeitos melhoram. Acho que, de qualquer forma, você teve efeitos adversos muito exacerdados. Por que não tentar uma dieta mais equilibrada apenas com restrição de carboidratos a noite? Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  8. Olá. Me parece que 3 dias é muito pouco para tirar uma conclusão confiável. Você esta alterando sua rota metabólica, necessita de mais tempo e talvez uma orientação profissional mais especializada. No blog do Dr Souto tem muita informação baseada em pesquisa científica. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio, com certeza 5 dias é um tempo pequeno. Esta foi uma experimentação e falei sobre minha experiencia pessoal e não de estudos. Os estudos mostram uma excelente resposta metabolica e resultados maravilhosos a longo prazo. Esta é a dieta predileta no consultorio. Vou atualizar este post, mas as experiencias citadas são pessoais e fico a vontade de escrever pois este blog foi criado para ter uma linguagem informal e ser um canal aberto.

      Excluir
  9. A Dieta Atkins não é zero carbo. Na 1ª fase permite 20g de carbos diários, mas não de frutas, o que torna a dieta realmente monótona.

    ResponderExcluir
  10. Olá Dra. Mariana, você teve oportunidade de ler o livro do Dr. David Perlmutter, Neurologista, chamado A Dieta da Mente"?
    Achei muito interessante a quantidade de estudos científicos que mostram os efeitos perversos do glúten e dos carboidratos (principalmente os de alto índice glicêmico) para a saúde. Gostaria de sua opinião. Abs, André

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde doutora adorei seu blog estou no segundo dia da dieta dukan e tive diarreia forte e enjoos isso é normal?

    ResponderExcluir
  12. Olá Dra.
    Estou numa dieta de baixo carbo fazendo quase 1 mês e meio, meu desejo é conseguir os tão sonhados gominhos no abdômen. Daí decidi começar a fazer. Está dando certo, faço atividade física (musculação), perdi peso e sou bastante dedicada. Minha dúvida é, perco muita massa magra com essa dieta? Porque alguns falam que por ter baixo índice de carboidrato, o corpo usaria a energia acumulada na gordura durante o exercício, e outros falam que antes do corpo usar a energia da gordura, há uma quebra da glicose no músculo, por ser uma fonte mais fácil, daí gerando a perda muscular antes mesmo da de gordura. E não é de meu interesse perder tanta massa magra assim. Fica a minha questão aqui, se pudesse me ajudar agradeceria! Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
  13. Olá Dra tudo bem? Estou procurando por profissionais que possam me indicar a dieta low carb, mas é difícil de achar. A Dra trabalha com essa dieta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TRabalho sim e atualmente é a melhor dieta. Vou escrever um novo post sobre o tema.

      Excluir
  14. Olá Doutora!
    Venho fazendo uma dieta baseada em 1300 calorias diárias mais exercícios de corrida e musculação. Tenho tido resultado, porém mais lentamente. A minha dúvida em relação ao carbo baixo é: seria melhor fazer a dieta mantendo o carbo baixo todos os dias (até atingir o objetivo) ou variar durante a semana (dois dias de carbo baixo na semana)? Obrigada pela matéria!

    ResponderExcluir