Muito se fala em vida saudável nos dias de hoje, mas poucos sabem do que se trata realmente ter uma vida assim. Praticar, então, essa tal vida saudável, fica mais difícil ainda!
Há muita informação no mídia, internet, jornais, entretanto muitas são as dúvidas...
Este espaço foi criado para divulgação de informações sobre tópicos relacionados a saúde, atividade física, dietas e assuntos afins, com um foco especial na área da Endocrinologia, na qual atuo.
Aproveitem!!!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Suplementos alimentares (Parte 1): “Fat Burner” OxyelitePro

Tudo começou com um amigo do grupo de corrida, corredor de maratonas inclusive, que apesar de magro, tem uma “barriguinha” (de início recente) incomodando-o. “Vou tomar um fat burner” (substância cuja propaganda é de queimar a gordura) “O que você acha disso?” , me perguntou ele. Fui pesquisar sobre essas substâncias e achei interessante falar do assunto. O que são fat burners, afinal? Todos os produtos intitulados “fat burners” tem sua composição produtos que prometem acelerar o metabolismo, queimando gordura. Essa aceleração, entretanto, é obtida por meio de substâncias que tem efeito sistêmico, ou seja, não se restringem as células de gordura. Se houvesse um produto específico, direcionado para o adipócito (estoques de gordura) tenho a certeza que já estaríamos usando em larga escala. Afinal, nossos consultórios estão cheios de pessoas que necessitam emagrecer urgentemente para melhorar condições de saúde urgentes como degeneração do joelho e coluna, diabetes, hipertensão arterial... todas doenças decorrentes do excesso de peso. OK! Mas será que os “fat burners” podem ser usados? São eficientes? Mais importante, fazem mal a saúde?

Utilizando como exemplo o produto OxyelitePro (nada pessoal, apenas foi o produto proposto por meu amigo de corrida), vamos analisar cada componente:

1- Cafeína: Estimula o sistema nervoso simpático, adrenérgico, deixando a pessoa mais alerta, aumenta a frequência cardíaca, a queima de gordura, dentre outros efeitos.

Dose máxima recomendada por dia: 400mg.

Dose em 3 capsulas do produto OxyelitePro: 300mg

Dose em 1 xic de café expresso: 125-165 mg

Uso excessivo causa: irritabilidade, insônia, taquicardia, e pode levar a arritmias cardíacas (!)

2- Bauhinia purpurea: Relatos de propriedades estimulantes da função tireoidiana e da oxidação (queima) de gordura pelo fígado, antioxidantes, dentre outras. Depende da dose presente no produto. O aumento da função tireoidiana por produtos ou remédios levam ao aumento da incidência de arritmias cardíacas, osteoporose, alterações mentais podendo desencadear quadros de psicose, insônia, irritabilidade, ansiedade, dentre outras alterações. Além disso, ocorre uma INIBIÇAO da função de tireoide da própria pessoa, ocorrendo quando da suspensão da medicação hipotireoidismo (queda do nível de hormônio tireoidiano) que leva a diminuição do metabolismo, alteração de colesterol, da função cardíaca, desanimo, depressão, dentre outros sintomas. O risco de hipotireoidismo é tanto maior quanto mais tempo usar o “estimulante da tireoide”.

Em artigo cientifico sobre as propriedades medicinais deste composto a conclusão final foi:

“Even today, plants are the almost exclusive source of drugs for a majority of the world population. Therefore, it remains a challenge for scientist to provide efficient, safe and cheap medication especially for rural area. These Bauhinia species and their quantification of individual phytoconstituents as well as pharmacological profile based on in vitro, in vivo studies and on clinical trial should be further investigated. “(Mukherjee, P.K., T.K. Gopal and T. Subburaju, 1998. Studies on the anti-diarrheal profiles on Bauhinia purpurea Linn. leaves extract. Nat. Prod. Sci., 4: 234-237.) Traduzindo: “Mesmo hoje, as plantas são a principal fonte da maioria das drogas (remédios) utilizados pela populacão mundial. … Essas espécies de Bauhinia e a quantificação de seus fitocontituintes individuais assim como as suas propriedades farmacológicas baseadas em estudos in vitro (no laboratório), in vivo (com seres vivos) e em estudos clínicos (estudos com pessoas, de forma controlada, monitorando benefícios e malefícios) precisam ser investigados mais adiante”.

3- Bacopa Monnier (Folha): Descritos efeitos de neuroproteção, aumenta a memória, efeitos anti-inflamatorios, anti epileticos. Alguns estudos em humanos, chamados pré-clinicos demonstraram melhora da memoria. Não encontrei nenhuma informação sobre sua interferência na queima de gordura.

Referencia principal: Vangalapati, M. et al. “A Review on Pharmacological Studies of Bacopa monniera.” J. Chem. Bio. Phy. Sci. 2011, Vol.1, No.2, Sec. B, 250 – 259.

4- 1,3-Dimetilamilamina (Geranium): Aumenta a atividade do sistema nervoso simpático, sem aumentar a pressão arterial de forma perigosa, apos uma única dose por dia, mesmo quando combinado a cafeína. Presente em diferentes suplementos alimentares. Li alguns estudos e nenhum conseguiu ver aumento real do gasto energético nem nenhum efeito outro no metabolismo. O estudo mais expressivo que achei foi conduzido apenas com 25 indivíduos, 13 tomando 1,3-Dimetilamilamina e 12 usando placebo, durante 10 semana. Durante o estudo, as pessoas mantiveram sua atividade física habitual e alimentação, anotando tudo o que comiam. A conclusão foi que o uso do medicamento não alterou a frequência cardíaca nem a pressão arterial. Também não piorou os exames de sangue (colesterol, triglicerídeos, glicose, enzimas hepáticas). Tampouco melhorou! Os autores sugerem que novos estudos e com maior numero de pessoas, por mais tempo, devem ser conduzido para se chegar a alguma conclusão. Parece não fazer mal, mas também não faz bem!!

Referencia principal: Bloomer R.J. et al. “Impact of a Dietary Supplement Containing 1,3-Dimethylamylamine on Blood Pressure and Bloodborne Markers of Health: a 10-Week Intervention Study “Nutrition and Metabolic Insights 2012:5 33–39

5- Cirsium Oligophyllum 
- Aumenta a queima de gordura em adipócitos (células de gordura) vicerais (que ficam dentro da barriga, que em muito prejudicam o metabolismo, levando ao diabetes, por exemplo) e subcutâneas (aquela gordura das coxas, do culote, da “barriga que é mole e caída”). Só achei publicado estudos em RATOS e CAMUNDONGOS. Não há nenhuma pesquisa concluída em seres humanos. Qual a dose apropriada? Você se considera igual a um ratos? É toxico? Perguntas a serem respondidas...

Referencia principal: Toshihiko Y. et al “Body fat mass reduction and up-regulation of uncoupling protein by novel lipolysis-promoting plant extract” Int J Biol Sci. 2009; 5(4): 311–318.

6- Rauwolscine: Inibidor do receptor adrenérgico alfa-2 (os outros compostos acima aumenta a atividade adrenérgica, vocês se lembram? Este composto bloqueia um dos tipos do receptor de adrenalina).Estaria associado a diminuição da ingestão alimentar em ratos. De novo, alguém se considera igual a um rato? Para começar, ratos são gerados em media em 23 dias de gestação (isso mesmo) e morrem em 4-6 semanas!!!

Concluindo: Meu amigo de corrida pode até tomar o seu fat burner. O que não posso lhe afirmar é que vai ter efeito benéfico! Também não se pode garantir que será inócuo, que não lhe causará maleficio. Se ninguém provou o efeito benéfico ou maléfico de cada um desses componentes ISOLADAMENTE o que se dirá sobre a combinação dessas substancias. Elementos químicos quando colocados juntos regem entre si, e podem dar origem a uma série de outros produtos e efeitos. Um exemplo clássico disso no meio medico foi a combinação de dois remédios para emagrecer, fenoxibenzamina fenfluramina (famosa Fen-Fen), que isoladamente não causavam maleficio, na dose recomendada, mas que quando combinados (e foram usados em larga escala) causaram lesões em valvas cardíacas graves e irreversíveis, sendo banidos do mercado.

Não indico o uso de fat burners, mas não tenho o “poder” de proibir o uso pelo meu amigo. Me senti apenas na obrigação de tentar esclarecer que NAO HA SEGURANCA NO USO DESSAS SUBSTANCIAS E TAMPOUCO EVIDENCIA DE EFICACIA. Qualquer um pode prometer resultados milagrosos, mas o compromisso da ciência e da medicina é oferecer tratamentos baseados em estudos grandes, populacionais, que indiquem beneficio e, sempre que possível, não malefício (ou mínimo maleficio). Cada um é livre para fazer suas escolhas. Recebemos a todo momento indivíduos nos hospitais com arritmias cardíacas, insuficiência renal ou hepática, neoplasia, condições súbitas e muitas vezes inexplicadas. Pra que complicar mais a vida? Tudo é aceitável para TALVEZ se adquirir uma barriga mais sarada? A decisão está nas suas mãos, agora, e sempre!

Um comentário:

  1. Parabéns pelo excelente artigo, ajudou-me a decidir por não tomar o Oxyelite Pro. Quando tiver um tempo livre, lerei os demais artigos. Obrigado.

    ResponderExcluir